Tese de M&A 2024: Cerâmica e Porcelanato

M&A: Análise do setor de cerâmica e porcelanato no Brasil: desafios, oportunidades no middle-market e principais transações entre 2017-2024.
Tese de M&A
Compartilhe:

Navegue pelos principais tópicos

A atividade de M&A em 2023 foi extremamente desfavorável, porém observamos uma visão mais conservadora para 2024, com uma recuperação lenta. No primeiro trimestre deste ano, foram realizadas aproximadamente 216 transações, representando uma queda de 28,7% em relação ao mesmo período do ano anterior. O cenário econômico doméstico continua desfavorável para fusões e aquisições, devido à deterioração da Taxa Selic e ao IPCA acima do esperado, o que aumenta a aversão ao risco e incentivado a preservação de capital.

Entre 2017 e 2022, o setor de cerâmica passou por um intenso período de fusões e aquisições envolvendo grupos tanto nacionais quanto internacionais. Durante esse intervalo de tempo, a fragmentação do mercado e condições econômicas favoráveis impulsionaram essas movimentações. A indústria está diretamente ligada ao setor da construção civil, fornecendo revestimentos essenciais para os projetos. A leve queda de 0,5% no ano passado e a escassez de transações confirmam essa interdependência. Atualmente, a CBIC projeta um crescimento de 2,3% para o setor, impulsionado pelo aumento das contratações e adequações previstas ao MCMV. 

Por essas razões, acreditamos que ainda há um enorme potencial a ser destravado no middle-market (médio porte) de empresas de cerâmica e porcelanato. A posição do Brasil como o 3º maior produtor e consumidor mundial torna o país um alvo altamente atraente para investidores estrangeiros, como demonstrado pela americana Mohawk, que realizou duas aquisições no setor. 

Drivers: Principais Pilares da Tese

  1. Além de ser um dos maiores produtores e consumidores de revestimentos cerâmicos, o Brasil também ocupa a 6ª posição entre os maiores exportadores do setor. A produção nacional está prevista para aumentar 1,92% em 2024, enquanto o volume de exportações deve crescer 6,7% (ANFACER). 

  2. O aumento projetado na construção nos setores residencial e comercial está impulsionando o mercado, conforme apontado pela CBIC. Urbanização, crescimento populacional, industrialização e aumento da renda disponível estão contribuindo para o crescimento da demanda por revestimentos de pisos no Brasil.

  3. Inovações: Novas técnicas, materiais, texturas, cores e a usabilidade dos efeitos digitais estão sendo aplicados às peças cerâmicas. Um exemplo disso é a introdução da técnica Tinta Strutturante, utilizada para criar relevos em 3D com aplicação direta ao suporte cerâmico.

Histórico de M&A: Transações Chave

  • 11/2022: Elizabeth Revestimentos é vendida para a Mohawk Industries (EUA). A Mohawk Industries é a fabricante líder global de pisos. A empresa será a maior produtora de revestimentos cerâmicos em receita no país, que é o 2º maior mercado cerâmico do mundo. 

  • 09/2020: Farallon paga quase R$ 1 bi em fábrica de cimento no Nordeste do Grupo Elizabeth. Aquisição da fábrica de cimento do Grupo Elizabeth, inaugurada em 2015 com capacidade de 1,2M de ton/ano. A transação ajuda um dos mais tradicionais grupos ceramistas nacionais a reduzir seu endividamento.

  • 05/2019: Duratex compra Cecrisa em negócio de quase R$ 1 Bi. A aquisição também inclui a dívida líquida da Cecrisa, que é de R$ 442 milhões. Com esse novo negócio, a Duratex amplia seu portfólio que reúne atualmente as marcas Deca, Hydra, Ceusa, Duratex e Durafloor.

  • 10/2018: Mohawk adquire Eliane Revestimentos. Com a finalização do negócio, a empresa brasileira impulsiona seu planejamento estratégico de crescimento e investimentos. A médio e longo prazo, isso resultará em um aumento no número de empregos e na capacidade produtiva das suas seis fábricas situadas em Santa Catarina e na Bahia. Além disso, fortalecerá o centro de distribuição em Dallas, EUA.

Em resumo, o setor de cerâmica e porcelanato no Brasil enfrenta um cenário desafiador em 2024 após um período de atividade M&A desfavorável em 2023. Contudo, com projeções de crescimento modesto e os drivers econômicos impulsionando a demanda, há potencial significativo no middle-market. Investidores estrangeiros estão particularmente interessados devido ao status do Brasil como um dos principais produtores e consumidores globais desses materiais, destacado por recentes aquisições estratégicas de empresas líderes como Mohawk.

Acesse nosso material completo da tese de M&A em cerâmica e porcelanato!

Conteúdos recomendados

TUDO SOBRE INVESTIMENTOS

Invista em conhecimento

As últimas notícias sobre o que movimentou o mercado e a economia, e análises exclusivas de especialistas.

Confira nossa seleção de colunistas responsáveis por produzir artigos sobre investimentos, atualidades econômicas, análises especializadas e dicas para suas finanças pessoais!
Abra sua conta e tenha acesso a melhor assessoria financeira do Centro-Oeste

Preencha para realizar o seu cadastro inicial com a VOGA

Seus dados
Que serviço você busca?
Tem conta no BTG Pactual?
Você já investe? Em média, quanto você já possui aplicado em investimentos?
Invista em conhecimento
As últimas notícias sobre o que movimentou o mercado e a economia, e análises exclusivas de especialistas.
Homem branco apontando na tela um gráfico crescente com uma seta, demonstração dos resultados de quem acompanha nossa newsletter.

Cadastro efetuado com sucesso para receber a nossa Newsletter!

Cadastro VOGA efetuado!

Você agora faz parte da nossa rede de credenciados para receber as nossas comunicações, oportunidades, notícias e ofertas.

Escolha como deseja seguir